sábado, 30 de julho de 2011

SÍNTESE HISTÓRICA E FILOSÓFICA DA EDUCAÇÃO: AS IDEIAS DE JOHANN FRIEDRICH HERBART



O filósofo alemão Johann Friedrich Herbart (1776-1841) é considerado historicamente como o organizador da Pedagogia como ciência, tendo abrangente e sistematicamente definido seus fins e meios.

A estrutura teórica construída por Herbart se baseia numa filosofia do funcionamento da mente, por isso é considerado o pioneiro em vincular a pedagogia à psicologia do desenvolvimento.

Para Herbart, a mente funciona com base em representações – que podem ser imagens, ideias ou qualquer outro tipo de manifestação psíquica isolada. Ele negava a existência de faculdades mentais inatas.

Uma das contribuições mais duradouras de Herbart para a Educação é o princípio de que a doutrina pedagógica, para ser realmente científica, precisa comprovar-se experimentalmente - uma ideia do filósofo Immanuel Kant (1724-1804) que ele desenvolveu.

Na teoria herbartiana, memória, sentimentos e desejos são apenas modificações das representações mentais. Agir sobre elas, portanto, significa influenciar em todas as esferas na vida. Desse modo, Herbart criou uma teoria da Educação que pretende interferir diretamente nos processos mentais do estudante como meio de orientar sua formação.

Para Herbart, a Pedagogia tem como objetivo maior a formação moral do estudante. Ele considera a criança um ser moldado intelectual e psiquicamente por forças externas e, por essa razão, dá ênfase primordial ao conceito de instrução, definindo-a como sendo o instrumento para atingir os objetivos da Educação. Para ele, os procedimentos elementais da ação pedagógica são: governo, instrução e a disciplina.


Síntese extraída da Revista Nova Escola. Compilação dos volumes 1 e 2 dos grandes pensadores. Ed. Especial, nº 25. Editora Abril. Julho 2009.



2 comentários:

Alinne Sousa disse...

Será de grande ajuda para o meu seminário de Herbart

Alinne Sousa disse...

Será de boa contribuição para a minha pesquisa sobre herbart