quarta-feira, 27 de julho de 2011

SÍNTESE HISTÓRICA E FILOSÓFICA DA EDUCAÇÃO: AS IDEIAS DE COMÊNIO



O pensador tcheco Comênio (1592-1670), é considerado o primeiro grande nome da moderna história da Educação.

Embora profundamente religioso, esse pensador propôs uma ruptura radical com o modelo de escola até então praticado pela Igreja Católica, o qual era voltado apenas para a elite, dedicado primordialmente aos estudos abstratos e subordinados a teologia cristã.

Comênio ousou ser o primeiro teórico de um modelo de escola, que deveria ensinar “tudo a todos”, aí incluído, os portadores de deficiência mental e as meninas, que na época eram excluídos da educação.

Comênio correspondia assim a duas urgências de seu tempo: o aparecimento da burguesia mercantil nas cidades europeias e o direito, reivindicado pelos protestantes, à livre interpretação de textos católicos, proibida pela Igreja Católica.

Sua principal obra é Didactica Magna, que marca o início da sistematização da pedagogia e da didática ocidental. Nessa obra realiza uma racionalidade de todas as ações educativas, indo da teoria didática às questões do cotidiano da sala de aula.

A prática escolar, para ele, deveria imitar os processos da natureza. Propôs que o ensino atendesse aos interesses das crianças e que o professor passasse a ser visto como um profissional e, não mais, como missionário.


Síntese extraída da Revista Nova Escola. Compilação dos volumes 1 e 2 dos grandes pensadores. Ed. Especial, nº 25. Editora Abril. Julho 2009.

Nenhum comentário: