sexta-feira, 21 de outubro de 2011

ASSUNTOS EDUCACIONAIS - POR JULIANA SILVA

Pedagoga formada pela UFRN,
Especialista em  EAD: Metodologia, tutoria e aprendizagem e
Educadora nas Redes de Ensino de Caicó-RN e Jardim de Piranhas/RN.


SER ESTUDANTE À DISTÂNCIA  


O que significa ser estudante à distância, não sabemos se usar essa terminologia é a mais adequada para descrever essa modalidade de ensino, pois dá a entender que exista uma contraposição entre estudo presencial e  à distância e sabemos que não é bem assim.

Ser estudante é uma atitude que requer esforços por parte do aprendente e toda a equipe que faz parte desse projeto de ensino. Estudar neste sentido, significa construir ao longo do curso, atitudes e práticas que o levem a expansão de seus conhecimentos, o que implicará na expansão e ressignificação de seus conhecimentos anteriores.

O “estar em uma universidade” tem implicações em vários setores na vida do estudante como no âmbito pessoal, social, profissional e político o que repercuti em todo o desenvolvimento do curso, cabendo a ele definir quais são suas prioridades para que este momento acadêmico seja aproveitado o máximo possível.

Esta atitude de responsabilidade perante os estudos perdura não só no período universitário, mas durante toda sua vida, agarrar ou não essa oportunidade de investir nos estudos é algo a ser pensado e repensado pelo estudante considerando que haverá mudanças significativas em sua prática profissional e sua vida.

De forma mais abrangente, podemos considerar que ser estudante não é apenas um momento acadêmico, mas sim uma atitude a ser construída ao longo da vida, sobretudo porque implica em uma atividade não só cognitiva, mas também afetiva e corporal, durante toda a vida, desenvolvendo no ser humano qualidades como autoconhecimento, autonomia e auto-organização.

Temos que falar também que estudar tem várias conotações em suas diferentes formas, como por exemplo o estudante e a estudante que têm aspectos diferenciais característicos de cada gênero que traz em si característica peculiares que às vezes os distanciam ou os aproximam em suas práticas estudantis.

Mas em relação a ser um aluno à distância, que implicações nos trazem realmente? A educação ela se realiza em vários âmbitos educação ambiental, educação para o trânsito, educação tradicional e agora educação à distância, não podemos nos ater nos adjetivos e sim avaliar as relações educação e professor que são bem significativas para a realização da aprendizagem.

A educação como ato de encontro e convivência deve ser bem vivida permitindo que se alcance vários olhares e percepções acerca da mesma para que os objetivos acadêmicos  sejam realmente alcançados.



( Juliana D`Aparecida Souza Silva) 



9 comentários:

Anônimo disse...

Olá Juliana,
Nós da aréa da educação, sabemos que o mundo muda a cada instante, e a sociedade ao longo do tempo cria mecanismos e novas instituições que possam facilitar a vida e o andamento de todos os setores da mesma! Não seria diferente na educação,que se molda a cada instante a essa nova realidade....e um exemplo disso é a "Educação a distância"!
Parabéns pelo ótimo texto juliana,aguardarei outros ansiosamente!

Renata Lorena( hist. UFRN)

Djanní Martinho disse...

Muito bem elaborado seu texto.
Seria interessante que pessoas que não conhecem essa modalidade de ensino procurassem se inteirar sobre a temática, e no caso esse seu texto já serviria muito.

Roxana Silva disse...

Olá Jú nessa data especial um texto especial. Estamos aguardando o próximo! Vamos considerar uma ótima iniciativa de colaboração a todos os interssados pela educação.
Bjos e Deus te guarde.

Raimunda disse...

Muito bom! Divulgue sua experiencia com essa modalidade de educação Juliana, vai ser bem vinda aos que buscam conhecimentos nessa área.Parabéns pelo texto.
Raimunda (Mundinha)

Jailda Oliveira disse...

Oi Ju, fico muito feliz em vê-la, como você definiu, encorajada a produzir e divulgar seus textos. Gostei especialmente do tema, pois sem dúvida as pessoas precisam conhecer melhor esta modalidade de educação, visto que conhecer é a melhor forma de acabar com o preconceito que ainda existe em relação a mesma. Educação a distância, para muitos, ainda está associada a uma qualidade inferior em relação ao ensino presencial, o que bem sabemos, não é verdade. Independente da forma como o processo se dá, é essencial que cada um sinta-se sujeito da sua própria formação e busque nas oportunidades que lhe são oferecidas a concretização de seus objetivos, pois ao meu ver, ser estudante é uma questão de postura, de maturidade quanto ao que se quer.
Fiz minha pós-graduação pela PUC-Rio, coisa que jamais conseguiria sem o ensino a distância, contribuo com a formação dos professores do meu município através de ambientes educacionais de aprendizagem, onde os mesmos podem estudar de acordo com o tempo livre que encontram em meio a uma carga horária ampla de trabalho, enfim, a educação a distância é algo essencial na minha vida, na minha formação e crescimento profissional e é uma vivência que pretendo aprofundar, difundir, defender, possivelmente, através de uma linha de pesquisa.
Parabéns pelo texto e continue produzindo, precisamos de professores autores.
Abraço.

Jailda Oliveira disse...

Oi Ju, fico muito feliz em vê-la, como você definiu, encorajada a produzir e divulgar seus textos. Gostei especialmente do tema, pois sem dúvida as pessoas precisam conhecer melhor esta modalidade de educação, visto que conhecer é a melhor forma de acabar com o preconceito que ainda existe em relação a mesma. Educação a distância, para muitos, ainda está associada a uma qualidade inferior em relação ao ensino presencial, o que bem sabemos, não é verdade. Independente da forma como o processo se dá, é essencial que cada um sinta-se sujeito da sua própria formação e busque nas oportunidades que lhe são oferecidas a concretização de seus objetivos, pois ao meu ver, ser estudante é uma questão de postura, de maturidade quanto ao que se quer.
Fiz minha pós-graduação pela PUC-Rio, coisa que jamais conseguiria sem o ensino a distância, contribuo com a formação dos professores do meu município através de ambientes educacionais de aprendizagem, onde os mesmos podem estudar de acordo com o tempo livre que encontram em meio a uma carga horária ampla de trabalho, enfim, a educação a distância é algo essencial na minha vida, na minha formação e crescimento profissional e é uma vivência que pretendo aprofundar, difundir, defender, possivelmente, através de uma linha de pesquisa.
Parabéns pelo texto e continue produzindo, precisamos de professores autores.
Abraço.

Luzinete disse...

Olá Juliana,

Primeiramente parabéns pelas suas reflexões, muito coerentes por sinal.

Fui e continuo sendo aluna EAD, e me identifico muito com esse sistema. Creio que para ser um bom aluno (aluna) nessa modalidade, é preciso compromisso, disciplina e vontade de conhecer mais e melhor. O mundo tecnologicamente desenvolvido no qual estamos inseridos exige mudanças, e essa é mais uma que precisamos nos adequar.

Anônimo disse...

Oi Juliana!
Muito bom o texto.Nos faz refletir sobre o tema ensino a distância e sua importância no mundo da tecnologia e da comunicação.
Maciel.

Anônimo disse...

Olá Juliana,
parabéns pela iniciativa de levar às pessoas o conhecimento dessa nova modalidade de ensino, ainda pouco conhecida.
Adorei o texto, aguardo outras postagens suas.

Rivânia.